Em reunião realizada na manhã desta quarta (29), foi oficializada em Brasília (DF), o apoio da Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil (CGADB), ao projeto Brasil Acolhedor, liderado pela primeira-dama Michelle Bolsonaro, que visa unir esforços para ajudar as pessoas em situações vulneráveis socialmente, que estão sofrendo com as consequências da pandemia do coronavírus.
O pastor José Wellington Costa Junior, presidente da CGADB participou da reunião por vídeo conferência; também por vídeo conferência participaram o pastor e deputado federal, Paulo Freire Costa, presidente do Conselho de Doutrina da CGADB,  e o pastor Alexandre Junior, secretário-adjunto. A ação é uma iniciativa do Governo Federal via Ministério da Cidadania e Ministério da Mulher, da família e dos Direitos Humanos, liderado pela ministra Damares Alves, que fez questão de mostrar à primeira-dama o trabalho espiritual e social que é realizado pela CGADB ao longo de seus 90 anos, como principal representante das Assembleias de Deus no Brasil
O projeto Brasil Acolhedor é fruto da união entre Governo Federal e a sociedade civil e tem o intuito de promover ações de apoio à população por meio do fortalecimento de instituições sem fins lucrativos que atuem com trabalho voluntário na sociedade.