Desembargadores da Câmara Especial do Tribunal de Justiça de São Paulo decidiram, por unanimidade, acolher apelação do Ministério Público (MP) para remover imagens e vídeos onde crianças aparecem com "homem nu" no Museu de Arte Moderna de São Paulo (MAM).

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE


Na decisão, os desembargadores determinaram que o Google remova da plataforma YouTube vídeos contendo cena de crianças em contato com o homem em evento que ocorreu em setembro de 2017, apenas vídeos onde o rosto das crianças está descaracterizado podem ser mantidos, O Google não quis comentar a decisão do tribunal.