Benedita da Silva (PT-RJ), deputada federal, demonstrou mais uma vez seu comprometimento com a agenda de esquerda e declarou que a postura de oposição dos evangélicos conservadores à ideologia de gênero é “retrocesso”, pois segundo ela, “a Bíblia fala de gênero”.

A declaração foi dada em um contexto de crítica à ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves. “Não há avanço. Há retrocesso. Inventaram de combater uma tal de ideologia de gênero, que até hoje eu não sei o que é. Eu sou evangélica e a Bíblia fala de gênero...”, declarou a parlamentar.

A entrevista concedida por Benedita da Silva ao jornal O Estado de S. Paulo repercutiu no meio evangélico. Os pastores Silas Malafaia e Marco Feliciano (PODE-SP) rebateram as declarações da parlamentar usando o Twitter.

“BENEDITA! PARE DE FALAR ASNEIRA! No Estadão ela diz que a Bíblia fala de gênero. ABSURDO! A Bíblia fala de macho e fêmea, um foi feito para o outro, ñ fala de bissexuais ou andróginos. Gênero masculino e feminino, só na gramática. Sexo masc e fem cientificamente comprovado”, ).  “APRENDE BENEDITA! O ser humano foi feito para fumar? NÃO! Mas fuma. Foi feito para cheirar cocaína? NÃO! Mas cheira. Foi feito para ser bi ou homossexual? NÃO! Mas é. PORQUE? Tem o livre arbítrio e o poder do pecado para contrariar a sua própria natureza. MACHO E FÊMEA”. Escreveu o líder da Assembleia de Deus Vitória em Cristo (ADVEC).

 “O @estadao entrevista @dasilvabenedita a qual diz ‘Sou evangélica e a Bíblia fala de gênero’. Sou teólogo e pastor, prego a Palavra mundo afora há quase 30 anos, e confesso que nunca li isso no Livro. A deputada deve ler a versão ‘Nova Tradução na Linguagem Petista’. Vergonha!”, resumiu o Pastor Marcos Feliciano.

Informações Gospel+