O Maranhão continua entre os estados com maior carga tributaria sobre o combustível. Na matéria de hoje veremos quanto custaria o combustível aqui em Coroatá se fosse retirado o imposto estadual, o ICMS -  IMPOSTO SOBRE CIRCULAÇÃO DE MERCADORIAS e SERVIÇOS, e os impostos Federais.

Segundo dados da FECOMBUSTIVEIS - Federação Nacional do Comercio de Combustíveis e Lubrificantes, a alíquota do ICMS sobre a gasolina é de 1,254. No período de 1 a 15 de agosto do corrente ano. Os valores mais altos são os de Rio de Janeiro com 1.668, Minas Gerais com 1.525 e o mais baixo está no estado do Amapá com 0,974. Confira a tabela completa no Link FeCombustiveis

No mundo industrializado a gasolina é um fluido vital e de alta importância para a movimentação de toda economia, gasolina mais barata não reflete apenas no gasto com o combustível, mais também no preço nas prateleiras dos supermercados e nos fretes e transportes. 

Em Coroatá a população sente esse golpe no bolso, numa pesquisa feita em um posto de combustível da Cidade, compramos 1 Litro de Gasolina comum no valor de R$ 4,70, logo abaixo atendendo ao Art. 1º de 8 de Dezembro de 2012, que dispõe sobre as medidas de esclarecimento ao consumidor quanto à carga tributária incidente sobre mercadorias e serviços, do § 5º do art. 150 da Constituição. Vem informando ao consumidor final, isto é ao Cidadão Coroataense o valor pago de impostos, sendo R$ 0,63 de tributos Federais (PIS/COFINS), e R$ 1,32 de tributos estaduais o ICMS, totalizando R$ 1,95.

NFC-e


Subtraindo os impostos do valor Total a gasolina chega ao consumidor Coroataense em média por R$ 2,75 o litro, segundo dados do IBPT - Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação. O que já revela ser uma grande diferença fica ainda mais evidente quando calculamos um gasto mensal, levando em consideração que o consumidor local abastece por exemplo R$ 37,60 por semana (Motos) cerca de R$ 10,00 a cada 2 dias, totaliza R$ 150,40 por mês, desse valor aproximadamente se paga R$ 70,20 apenas de impostos, desse montante R$ 47,52 retidos somente pelo estado. Se removido os impostos dos R$ 150,40 pagaríamos apenas R$ 99,00 na mesma quantidade de gasolina.

É fato que a carga tributaria é alta, mais ainda vemos um governo relutante em trabalhar na redução dos impostos, visando uma movimentação no mercado financeiro, redução de preços de transportes, refletindo diretamente na melhoria de vida do consumidor final.


Por Adailton Júnior