Ataque noturno a Israel

Forças militares do Irã com base na Síria atacaram com cerca de 20 mísseis as Colinas de Golã, norte de Israel, na madrugada desta quinta-feira (10). As sirenes de ataque aéreo foram ativadas e o sistema de defesa “Cúpula de Ferro” interceptou a maioria dos foguetes. Até o momento, não há relatos de vítimas.
O porta-voz do Exército de Israel disse que as Forças Quds da Guarda Revolucionária Iraniana foi a responsável. 
Esta foi a primeira vez que Israel atribui um ataque diretamente ao Irã. O número de foguetes contra território israelense foi o maior ataque nos sete anos da guerra civil na Síria.
Imediatamente após o ataque iraniano, perto das 12:10 da manhã, horário local, a mídia estatal síria e a agência de notícias al-Manar, ligada ao Hezbollah, informou que a artilharia israelense atacou um posto militar perto da cidade de Baath, na região fronteiriça de Quneitra, aproximadamente uma hora e meia depois informou que as defesas aéreas do exército sírio estavam respondendo a um ataque aéreo israelense contra um alvo a sudoeste de Damasco.
O bombardeio ocorre na mesma semana em que o presidente Donald Trump, anunciou a retirada dos Estados Unidos do acordo nuclear do Irã. Desde o início desta semana, Israel vem afirmando que havia “atividades anormais” na região por parte das forças iranianas e colocou suas tropas em alerta máximo.
Informações Gospel Prime