Partimos de um pressuposto básico, que dizem que a politica não tem ou nunca teve uma boa associação com os crentes, ou quando iniciaram bem terminaram mal. 

Mas, não pode ser assim um julgamento por generalização, pois o ser humano é um ser social e sociável, isto não indica que todos devemos ser corruptos pelo simples fato de estarmos ou vivermos no meio da sociedade. Como disse, o ser humano é do meio da sociedade, e sociedade é composta de varias etnias, pensamentos, aspirações e inclusive boas. O que quero dizer é que o ser humano pode tanto possuir aspirações boas, como também más. Portanto, o sistema politico é ruim, mas a politica ela é boa, pois não sejamos inocentes ao ponto de acharmos que a sociedade sobreviveria sem leis e normas, as quais advém da Politica. Ela na verdade é o órgão organizador da sociedade em suas varias camadas, instituída pelo próprio Deus( Rm13). Se não houvesse esse ministro de Deus, viveríamos um verdadeiro caos, de proporções incalculáveis, por mais que seja ruim dependermos de um governo humano, devemos suportar pois traz em suas funções a ferramenta da punição, divisão de rendas e manutenção da ordem e possivelmente da paz.
              Quando falo da politica, logicamente que não defendendo a corrupção, e nem tampouco dizendo que Deus instituiu a corrupção. Mas, o que Deus instituiu e implantou foram as instituições com seus deveres e poderes para agir em prol da boa ordem e do bom desenvolvimento da sociedade e inclusive da liberdade à sua Igreja de desenvolver suas funções e seu ministério. A corrupção não foi criada por Deus, mas pelo homem através do pecado. Uma instituição ela é pura, até o momento em que o homem não entrou ou não faz parte dela. O que contemplamos no histórico e contemporâneo é o fato do homem se aprofundar cada dia na corrupção devido repito ao pecado federal, ou seja, que veio de Adão ainda no jardim do Éden. O Apostolo Paulo escrevendo aos Filipenses, ele denuncia um certo grupo de homens os quais não interessados no bem comum, mas somente nos seus próprios interesses, o texto diz: 

“... e agora vos digo até chorando que são inimigos da cruz de Cristo; cujo fim é a perdição; cujo deus é o seu próprio ventre; e cuja gloria assenta no que é vergonhoso; os quais só cuidam das coisas terrenas”(Fl 3.18,19). 

De modo implícito  identificamos que são pessoas interessas só em satisfazer seus próprios interesses e barganhar com toda e qualquer situação, Paulo alerta àquela igreja que esses maus obreiros iriam querer negociar a fé daquela igreja para apenas e tão somente lucrarem com a fé desses irmão. Eram obreiros corruptos que não fazia parte dos salvos e nem dos bons obreiros. 

Cursos Online com Certificado - Cursos 24 Horas
Cursos 24 Horas - Cursos Online com Certificado

Quero falar com isto que, na politica há aqueles que querem e pensam no bem comum, como há aqueles que só primam pelas aspirações pessoais. E o versículo em apreços fala em perdição, a corrupção nunca será um mecanismo seguro e nem galardoador, o fim sempre será a perdição. Aqui o texto fala em perdição escatológica, mas quero também apreciar e temos vivenciado isto a perdição temporal as quais acontecem aqui na terra. Na mídia nacional o tema principal abordado é a caça aos corruptos. E órgão punidor é a própria politica, sinalizando no meio da corrupção que ainda existem aqueles que não se deixam levar pelo sistema corrupto, adotando assim as ferramentas emprestadas ao dispor de todos, da boa politica, que pensa no bem comum. Meditemos então no caso de Daniel, tinha tudo para ser um babilônio naturalizado em toda sua vida e suas praticas. Mas como ele tinha princípios e uma boa base doutrinária, ele assentou em seu coração a não se contaminar (Dn 1.8). Isso mostra que nós podemos fazer uso da politica e não nos contaminarmos com o cálice de fel e vinagre da corrupção.
                    A politica tende a ser responsável pela conduta e manutenção do Estado. Em suas formas de governo, seus ideais e alvos, as instituições que envolvem a propriedade, a família, os sistemas legais, a educação pública, as relações internacionais, a religião e os direitos individuais e coletivos e etc. Portanto a Igreja ela é separada do Estado, ambos não privando o funcionando do outro. O cristianismo ele aponta para um governo escatológico e milenar, o qual será introduzido por Jesus. O próprio Jesus falou que “ seu Reino não é deste mundo”(Jo 18.36), mas Celestial e será futuramente implantado na terra(Ap 20.6c). Por isto nós sabemos que a corrupção por nenhum homem de qualquer classe social e em qualquer época não será capaz de fazer um governo isento de corrupção. Pois só Jesus é capaz de implanta o governo perfeito e isento de qualquer tipo de corrupção. Políticos tentaram e ainda tentam, sem haver sucesso. Platão idealizou um governo em que haveria um Filosofo-Rei, porém comunista, e de fato, esse sistema de governo falhou e tem falhado. Apontando assim para o único governo que será capaz de expurgar toda e qualquer resquício de corrupção, que será o governo e domínio do próprio Jesus Cristo. Onde a cobiça, a avareza e soberba não reinarão com seus respectivos personagens. E garantido pelo próprio Jesus a igreja que hoje trabalha em uma visão separada do Estado, pois pela fé contempla um governo Perfeito, isento de qualquer mácula e escândalo(Ap 21.4).
              Concluo portanto, reiterando que vivemos em uma sociedade organizada e conduzida pelo Estado, e tendo como seu aio a politica, digo que não é por que convivemos aqui, que estamos na obrigação de fazermos parte de qualquer ato corrupto. Mas, podemos viver de modo digno do evangelho( Fl 1.27). Somos peregrinos aqui, mas sujeito às leis de nosso país, temos direitos e deveres, mas o que nos norteia é o padrão moral deixado por Jesus. Lembremos que um pouco de fermento leveda toda a massa(I Co 5.6), um pouco de corrução continua sendo corrupção. E por isto afirmo que a igreja deve continuar sendo o sal da terra e luz do mundo(Mt 5.13,14), e vivendo um padrão de vida ética que é obedecida pela fé daqueles que estão ligado em Jesus e nutridos pela sua Palavra. 



Walk Oliveira,
Pastor auxiliar em Coroatá;
Formado em Teologia.